❝ — PLOT DROPS & TRAMAS.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

❝ — PLOT DROPS & TRAMAS.

Mensagem por O Narrador em Sab Jan 13, 2018 3:54 pm


PLOT DROP #001;
2018 D.F. | SCREAMING IN THE NIGHT | ACADEMIA AVALON, PAÍS DE GALES


O grito veio de, aparentemente, lugar nenhum, mas espalhou-se como fogo em uma floresta. Preencheu as paredes da Academia, ecoando por seus corredores vazios. Tratava-se não apenas de um pedido de socorro, mas uma súplica, um rogo advindo do fundo d'alma de qualquer pobre diabo de feições indeterminadas. Fora uma prece, um pedido desesperado por um socorro que nunca chegou, cortando o véu noturna como uma faca, afiada e certeira. A intensidade do último suspiro de uma vida foi capaz de trazer todos os habitantes dos terrenos de Avalon de volta à consciência, despertando-os do tão merecido sono após a chegada e cerimônia de recepção no grande salão de festas central do educandário.

Ironicamente, a ala dos dormitórios pareceu estar viva nos minutos que se sucederam. Ignorando o toque de recolher, discentes e docentes deixaram suas camas em busca da fonte do clamor que gelava suas espinhas. Preocupados indivíduos encheram as galerias, fazendo o instituto rugir diante do vigor de seus habitantes. Ainda de luzes apagadas, o edifício onde estudantes repousavam os cérebros exauridos aparentava ser um ente pensante em meio uma imensidão de prédios desabitados, inspirando e expirando com a força de seus estudantes. Para impedir a saída dos dormitórios, três fileiras de guardas se prostraram defronte as portas de saída, juntamente com seguranças dispostos ao redor da residência ao intervalo de duas janelas.

Calma era essencial, mas todos sabiam que também era algo inexistente nos corações de jovens futuros governantes cheios de hormônios. Neste momento poucos restaram em suas camas, aqueles mais preguiçosos acabando por serem puxados ao centro do alvoroço pelos amigos, e não havia previsão para o retorno da paz. Com muitos ainda de pijamas, uma turba formou-se contra os guardas, desejando passar pelos mesmos. Felizmente, foram rapidamente contidos e tranquilizados, embora a forma como alguns andavam de um lado para o outro defronte as lareiras da área comum indicassem que estavam muito longe da calmaria completa. Espalhados pelas poltronas e tapetes felpudos dispostos no salão, ocupavam o tempo formando uma longa fila de espera pelas xícaras de chá preto e café servidas pelos empregados, ou simplesmente esvaziando as máquinas de refrigerante de cola.

O mais impressionante, contudo, era a agitação dos daemons. Sendo seres de origem sobrenatural, exibiam uma sensibilidade (e uma sensitividade) muito maior do que o comum. Era usual que fossem afetados por acontecimentos de cunho místico, quaisquer coisas que não pudessem ser percebidas por suas contrapartes humanas. As almas personificadas tremiam, com um frio imenso, algo que seus donos não poderiam sentir, diferente da maneira habitual com a qual costumavam dividir sensações. A única coisa que os acalmava eram os braços de seus companheiros. Pó dourado bailava pelo salão, indo aglomerar-se nos cantos mais abscônditos do cômodo, enquanto alunos e professores esperavam impacientemente por maiores notícias.




Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum